quinta-feira, 1 de maio de 2008

(Sem Nome)


Ei... Como é teu nome?
Sempre te vejo de longe...
Quando procuro você some!
Diz-me qual o teu nome?
Olhar... Gestos... Sorriso...
Simplesmente tudo isso!
E antes nem tinha te visto...
Engraçado... Sempre assim...
Quero fugir de mim!
Um pequeno pássaro que vai pra longe...
Astronauta num planeta distante...
E continuo sem saber teu nome!

Um comentário:

Sou o Max. disse...

Isso acontece comigo também. Tô no ônibus, e fico paquerando as minas paradas no ponto. De vez em quando dá vontade de saber o nome delas...