quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Saudades de você...

Já escrevi pra ela ir embora, mas ela continua aqui.
Não sei o que faço, ela está tomando conta de mim!

Os dias de sol não são tão quentes,
Tanto faz se muita ou pouca gente!
Sinto falta de uma só pessoa,
Que transforma tudo numa boa
Qualquer que seja, à toa.

Tanta saudade...

Carola Guimarães

3 comentários:

Ana disse...

É Carola, ela só vai na hora dela, quando já tem que partir pra matar outra pessoa de saudade, mas agora é a sua vez de morrer, mais essa morte não mata, ensina.

Tão pequeno mas diz muito, adorei, saudade de passar por aqui.
Beijão

João Arruda disse...

Lindas...

Você, a Poesia, a Saudade,... !

Viva o amor ! =D

Vinny disse...

saudade dói, e dependendo pode até fazer o mundo ficar cinza.

belo poeminha, estava com saudades daqui, fazia tempinho que não aparecia, beijos.