sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Controle remoto

Essa parte de mim, metade,
Esse todo que me invade,
Onde estão os limites?
Sem disfarces...
Não nos divido,
Como posso?
Nos faço em um
E o resto nem noto...
Anoto em versos
Onde você termina?
Onde eu começo?
Minha metade de mim,
Meu inteiro,
Meu melhor verso!

Carola Guimarães

Um comentário:

Wagner disse...

Gostei.. Li os outros também... Sucintos, simples, como deve ser. =)