domingo, 1 de junho de 2008

Mais uma expressão abstrata.


Passarinho, que som é este?
Qual caminho tu seguiste?
E agora és feliz ou triste?

Ida sem volta, mergulho sem fim.
Vôo longo e alto, vida fora de si.

Por que se sentes assim?
Agora é tarde demais...
Retornar? Jamais...
.
.
.
By Carola Guimarães

2 comentários:

Maxmilla Barroso disse...

Este foi meu ultimo canto.
Voei pra longe de olhos fechados.
Só quero agora esconder meu pranto.

Vou procurar alguém que goste de mim.
Cansei de desperdiçar meus sentimentos por ti.

Você não me deu atenção.
Agora é tarde demais...
Perdão? Jamais...

Maxmilla Barroso disse...

Não lê meus textos não... Pode ser que vc goste. =P (Convencido) às vezes fico assim quando recebo um elogio.

Ahh e essa "resposta" ao seu poema, digamos que estou mais ou menos passando por alguma coisa parecida...